sexta-feira, 29 de março de 2013

A Tua Cruz Cristo_Խաչի քո Քրիստոս - (Khatchi kó Kristós)


 A Tua Cruz Cristo 
   Խաչի քո Քրիստոս
   (Khatchi kó Kristós)



Խաչի քո, Քրիստոս, երկիր պագանեմք
եւ զսուրբ զմատնութիւնդ քո մեծացուցանեմք
եւ զսուրբ զչարչարանսդ քո փառաւորեմք
եկայք հաւատացեալք երկրպագեսցուք Քրիստոսի Աստուծոյ մերոյ
վասն զի եկն ի ձեռն խաչին իւրոյ շնորհեաց պարգեւս աշխարհի:

Սուրբ Աստուած
սուրբ եւ հզօր
սուրբ եւ անմահ
որ մատնեցար վասն մեր ողորմեա մեզ:

Փառք սուրբ խաչիդ, ալէլուիա
սուրբ մատնութեանդ, ալէլուիա
չարչարանացդ, ալէլուիա

Նշանեցաւ առ մեզ լոյս երեսաց քոց եւ ետուր ուրախութիւն սրտից մերոց
ի պտղոյ ցորենոյ, գինւոյ եւ ձիթոյ իւրեանց լցուցեր զնոսա:

Փառք սուրբ խաչիդ, ալէլուիա
սուրբ մատնութեանդ, ալէլուիա
չարչարանացդ, ալէլուիա

Փառք եւ երկրպագութիւն
Հօր եւ Որդւոյ եւ Հոգւոյն Սրբոյ
այժմ եւ միշտ եւ յաւիտեանս յաւիտենից ամէն:

Փառք սուրբ խաչիդ, ալէլուիա
սուրբ մատնութեանդ, ալէլուիա
չարչարանացդ, ալէլուիա:

Խաչն կենարար որ եղեւ մեզ փրկութիւն
սովաւ ամենեքեան զքեզ բարեբանեմք:

Որ ի Հօրէ լուսոյ լոյս ճառագայթեալ ի յերկրի
եւ գաւազան զօրութեան հաւատացելոց
սովաւ ամենեքեան զքեզ բարեբանեմք:

Որ լուսափայլ ծագմամբ հրաշափառապէս մեզ ցուցաւ
ի յօգնութիւն ընդդէմ թշնամւոյն, սովաւ ամենեքեան զքեզ բարեբանեմք:

Փառք Հօր եւ Որդւոյ եւ Հոգւոյն Սրբոյ
այժմ եւ միշտ եւ յաւիտեանս յաւիտենից ամէն:

Որ յատենի կացեր անպարտդ կողին պատրանօք
եւ արբուցեր մեզ ի կողահոս աղբերէդ
նորոգեա եւ զիս զապականեալս մեղօք:

quarta-feira, 27 de março de 2013

Nota para um diário de Constantinopla





 Nota para um diário de Constantinopla:

O ambiente de alegria e comoção espiritual provocado pela nomeação do novo Papa, Francisco, na população argentina em geral, o que tem sido compartilhado pela comunidade armênia, tanto católica como a da Igreja Apostólica Armênia. 
O Diário Armenia, de Buenos Aires, assinalou que os armênios sempre sentiram que o cardeal Jorge Mario Bergoglio foi um "verdadeiro amigo da comunidade." Foi especialmente apreciada a presença dos Katholicós de todos os Armênios Sua Santidade Karekin II no Vaticano, como também a do Presidente da República da Armênia, Serge Sarkisian, com suas comitivas. 

"As Igrejas de Roma e da Armênia inauguram um novo ciclo de diálogo fraterno, da compreensão mútua e de amor cristão, cujo fim será ter um abnegado mundo melhor", disse Pablo Mirhan Sarafian, diácono da Igreja Armênia em Buenos Aires. "Eu não posso transmitir adequadamente o clima de satisfação espiritual e vibração positiva que teve lugar dentro da comunidade armênia da Argentina para a entronização do Cardeal Bergoglio, como Francisco I, Papa da Igreja Católica Apostólica Romana", disse Sarafian. 

Na missa de domingo na Catedral de São Gregório Iluminador, o Arcebispo Kissag Mouradian, Primaz da Igreja Apostólica Armênia, na Argentina e Chile, fez uma declaração oficial na celebração, saudando e fazendo votos de sucesso de gestão papal. Sarafian lembrou que tanto o bispo Dom Mouradian como o cardeal Jorge Bergoglio, foram por anos os membros da Comissão Ecumênica de  Igrejas Cristãs da Argentina (CEICA), onde o cardeal Jorge MarioBergoglio "compreendeu a dor do povo armênio, e deu suas palavras de esperança e continuidade na busca da justiça. " O mesmo diácono disse que com a sua presença, o Catholicós Karekin II e o Presidente Sarkissian, representando todo o povo da Armênia e da Diáspora, foi um gesto de agradecimento à "sensibilidade e apoio abnegado" sempre demonstrados pelo novo papa. O Diário Arménia recordou que na sexta-feira 23 de abril de 2004, foi realizada na Catedral Católica de Buenos Aires uma celebração ecumênica em memória das vítimas do genocídio armênio. Após rezar o Pai Nosso, o cardeal Jorge Bergoglio referindo-se ao réquiem em 24 de abril: 

"Unidos na dor por um genocídio, o primeiro do século XX, um genocídio em que, atualmente, por todos os meios de impérios poderosos procuram silenciar e tampar. Nós queremos recordá-los e queremos revela-lo para que a nossa chaga como humanidade, primeira chaga de perseguição de um povo do século XX, fique manifesta, encha-nos de vergonha e leve-nos a pedir perdão e não para cobri-lo, esconde-lo por interesses espúrios e mesquinhos. Esse é o sentido dessa recordação ... Nós oramos para que o Senhor nos livre de tudo isso e nos dê a paz. " 

Por sua vez, os católicos armênios na Argentina têm desde 1989, uma hierarquia, uma a Eparquia ou diocese própria do rito armênio no país, criada pelo Papa João Paulo II. Na catedral, Nossa Senhora de Narek, em Buenos Aires, desde o último domingo estão rezando missas de ação de graças todos os dias às 19.00h. O pároco dessa catedral, o monsenhor Pablo Hakimian, estava particularmente contente, pela notícia em si, que tem comovido a Argentina, como ao mundo, bem como por outro fato mais pessoal. 

O Papa Francisco recebeu na quarta-feira, 20 março, a vários bispos católicos da Argentina, mas por algum equivoco, não chegaram a avisar ao bispo da Eparquia de São Gregório de Narek em Buenos Aires dos armênios (tal é o nome completo da mesma), Dom Vartan Boghossian, desta reunião. Avisado disto, o Papa quis pessoalmente receber a Dom Boghossian na quinta-feira 21, quinta-feira, quando tiveram uma conversa a sós e trocaram presentes. E monsenhor Pablo estava emocionado, porque o Papa disse duas vezes a Dom Boghossian: " Saudações a Padre Pablo". 


Papa Francisco e Dom Vartan Boghossian
Papa Francisco e Dom Vartan Boghossian
   (fotos gentileza de Hilda Hurmuz, Catedral Armenia Nª Sª de Narek)

O autor destas linhas é Jorge Rouillon, um jornalista do La Nacion por muitos anos e presidente do Clube Gente de Prensa, em Buenos Aires. Conhecedor e amigo da comunidade armênia, pessoalmente têm entrevistado, em diferentes anos, a três líderes espirituais deste povo, que exerceram a mais alta autoridade da Igreja Apostólica Armênia: Vazken I, Karekin I e Karekin II. 

Jorge Rouillon


sábado, 16 de março de 2013

Habemus Papam


HABEMUS PAPAM 









Francisco , com grande simplicidade deu uma mensagem forte
Com o nome e com as suas primeiras palavras, um convite à humildade e à pureza evangélica
Por Redacao
CIDADE DO VATICANO, 13 de Março de 2013 (Zenit.org) - Publicamos a seguir as primeiras palavras do Papa Francisco , pronunciadas na sacada da Basílica de São Pedro, momentos antes da sua primeira benção Urbi et Orbi:
***
"Queridos irmãos e irmãs, boa tarde, como vocês sabem os cardeais no conclave têm que encontrar um bispo para Roma, e parece que os irmãos cardeais o procuraram quase no fim do mundo, mas estamos aqui. Agradeço-lhes a acolhida à comunidade diocesana de Roma como seu bispo.

Em primeiro lugar queria fazer uma oração pelo nosso bispo emérito Bento XVI, rezemos todos juntos para que o Senhor o abençoe e a Virgem o proteja.
Desejo a todos que este caminho de Igreja que começamos hoje e no qual me ajudará o cardeal vigário aqui presente, seja fecundo para a evangelização (Aplausos).

E agora eu gostaria de dar a bênção - disse o Santo Padre – ainda que antes, peço-lhes um favor: antes de que o bispo abençoe o povo, peço-lhes que rezem ao Senhor para que me abençoe. Porque é a oração do povo pedindo a benção para o seu bispo. Façamos em silêncio esta oração vossa por mim”.





[Anúncio da Indulgência Plenária]

Agora vos darei a benção, a vós e a todos os homens e mulheres de boa vontade.
[Benção Urbi et Orbi]
Irmãos e irmãs, vos deixo, muito obrigado pela acolhida, rezem por mim e até logo, nos vemos em breve. Amanhã quero rezar à Nossa Senhora, para que proteja toda Roma. Boa noite e bom descanso".
Ele não era o favorito. Sabe porque?


Deus não trabalha com os favoritos. Ele trabalha com os escolhidos pelo Espírito Santo.


Deus pediu a Francisco para renovar a Igreja. Então podemos esperar uma renovação da Igreja. O novo Papa vai ser forte. O “Sim” vai ser “Sim”. Não haverá o “sim” e o “não”. Será o “Sim” de Jesus. Ele não vai agradar a muitas pessoas, pois ele vai falar a verdade. Ele vai denunciar e anunciar. Podemos esperar que tudo o que está escrito no Documento de Aparecida será difundido pela Igreja no mundo. Este será o roteiro do Papa.
O novo Papa Francisco pediu orações, e nós nos comprometemos a amar a Igreja e a orar pelo nosso líder, o Papa Francisco.
Padre Eduardo Dougherty, sj



"Caminhar, edificar-construir, confessar. Mas não é tão fácil, porque no caminhar, no construir, no confessar, às vezes acontecem terremotos, acontecem movimentos que não são os movimentos próprios do caminho: são movimentos que nos puxam para trás.
O Evangelho prossegue com uma situação especial. O próprio Pedro que confessou Jesus Cristo, diz: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Eu o sigo, mas não falemos de Cruz. Isso não tem nada a ver. Eu te seguirei com outras possibilidades, sem a Cruz. Quando caminhamos sem a Cruz, quando edificamos sem a Cruz e quando confessamos um Cristo sem Cruz, não somos discípulos do Senhor: somos mundanos, somos Bispos, Padres, Cardeais, Papas, mas não discípulos do Senhor.
Eu gostaria que todos, após esses dias de Graça, tenhamos a coragem, exatamente a coragem de caminhar na presença do Senhor, com a Cruz do Senhor; de construir a Igreja no sangue do Senhor, que foi derramado na Cruz; e de confessar a única glória: Cristo Crucificado."

"Somos irmãos, os cardeais são os sacerdotes do Santo Padre, vivamos essa comunidade, a amizade da proximidade fará bem a todos nós". Papa Francisco.






video


Um padre argentino, amigo do então Cardeal Bergoglio, 
havia composto em 2012 uma música sobre um possível Papa latino-americano.






Papa Francisco encontrará o Papa Emérito Bento XVI no próximo sábado dia 23.03.2013

Compromissos do Papa para o período de 17 a 24 de março


CIDADE DO VATICANO, 16 de Março de 2013 (Zenit.org) - Apresentamos a relação de compromissos do Papa para o período de 17 a 24 de março divulgada pelo Serviço de Informação do Vaticano.

Domingo (17) - às 10h Santa Missa na Paróquia Sant’Anna, no Vaticano; às 12h Primeiro Angelus do pontificado de Francisco;

Segunda-feira (18) - Encontro com a presidente da Argentina na Casa Santa Marta;

Terça-feira (19) - Missa de início do Ministério Petrino de Francisco na Praça de São Pedro às 9:30 . Ao término da celebração eucarística recebe os cumprimentos dos Chefes e Delegações Oficiais. Depois, almoço na Casa Santa Marta;

Quarta-feira (20)- Audiência com as Delegações de Delegados Fraternos na Sala Clementina às 11h;

Sexta-feira (22) - Audiência com o Corpo Diplomático junto à Santa Sé às 11:00h;

Sábado (23) - Partida de helicóptero do heliporto do Vaticano às 12:00h. Chegada prevista em Castel Gandolfo às 12:15h para encontro e almoço com o Papa Emérito Bento XVI. Ao término, retorno ao Vaticano.

Domingo (24) - Celebração Eucarística no Domingo de Ramos na Praça São Pedro às 9h30 e Angelus às12h.